21 de maio de 2017

HB faz mutirão de exames para reduzir fila

O Hospital de Base de Rio Preto realizou neste sábado, 20, um mutirão com o intuito de reduzir o tempo de espera em até seis meses por um ultrassom da tireoide. A expectativa era de que cerca de 60 pacientes do Instituto do Câncer (ICA) realizassem o exame durante todo o dia. A médica radiologista do Hospital de Base, Divanei Aparecida Bottaro Criado, chefe do setor de ultrassom, diz que a fila de espera dos pacientes do ICA estava com uma demanda reprimida de 6 meses, com aproximadamente de 192 pacientes.

"Foram selecionados os pacientes mais graves, que já tinham diagnóstico de câncer, para dar seguimento, ou então com nódulos palpáveis com suspeita de câncer, para fazer um diagnóstico precoce", afirma a especialista. Após o diagnóstico por imagem, os pacientes são encaminhados para patologia, caso seja necessário fazer biopsia, ou, se estiver tudo bem, é marcado o retorno. Segundo a médica Divanei, o câncer de tireoide ou região cervical, assim como outras doenças das glândulas salivares ou linfonodopatias podem se manifestar em qualquer idade.

0 comentários: