24 de agosto de 2018

Acusado de matar Simone Lopes vai a júri

A Justiça determinou que o ex-presidiário Francisco Lopes, de 64 anos, seja julgado pelo Tribunal do Júri pelo assassinato da missionária Simone Moura Facini Lopes, em março de 2017. O crime ocorreu em uma chácara no Jardim Planalto, zona Norte de Rio Preto. Audiência será marcada para este ano, mas ainda não há uma data definida.
Após cumprir pena por crimes sexuais cometidos em outras cidades, Francisco mudou-se para Rio Preto e passou a frequentar a mesma igreja evangélica de Simone. Por missão religiosa, a jovem passou a visitar o acusado com meta de alfabetizá-lo por meio da Bíblia, mas o acusado acabou se apaixonando pela missionária.