16 de agosto de 2018

Especialista fala sobre não dar importância ao que não merece

"Ignore", "deixe pra lá". Passamos a vida toda sendo aconselhados a não nos importarmos nas mais diferentes situações da vida. Recebemos o conselho para não nos importarmos no caso das pessoas que nos aborrecem, dos amores não correspondidos, das tristezas aparentemente superficiais. Nesses e em outros vários contextos, dizem-nos para esquecer, não dar importância e seguir em frente. O problema é que, no fim das contas, não seguimos os conselhos e sofremos por qualquer coisa.
Importar-se, dizem os dicionários, é considerar, ter algo em consideração, dar importância excessiva a alguma coisa, a uma questão a ser resolvida, a uma opinião alheia sobre você ou algo a seu respeito. Isso não significa simplesmente que você deva ignorar tudo e todos e ser indiferente. A indiferença está associada à insensibilidade, ao desapego e à frieza.