19 de novembro de 2018

‘Morreu para nos proteger’, diz parente de homem esfaqueado pelo genro em Tabapuã

Os familiares do homem de 56 anos que morreu esfaqueado na noite de sábado (17), no bairro Morada do Sol em Tabapuã (SP), acreditam que se não fosse por ele todos teriam sido mortos pelo suspeito que invadiu a casa com um caminhão.
"Ele salvou praticamente a família inteira, morreu para nos proteger", diz parente.
José Carlos Martins dormia no quarto quando o genro dele, Renato Rodrigues, de 35 anos, invadiu a casa da família com um caminhão. Com o barulho, ele saiu para ver o que tinha acontecido e foi surpreendido pelo homem.
A vítima, que tentou defender a família, levou uma facada no pescoço e morreu no corredor da residência.