24 de dezembro de 2018

DEPOIS DE SER RECUSADA 20 VEZES, MENINA COM SINDROME DE DOWN É ADOTADA POR SOLTEIRO

Existem pessoas que parecem que nasceram para se tornarem pais ou mães. Algumas pessoas já demonstram essa vontade desde sempre, ou às vezes tem um instinto que todos apontam que os tornaria bons cuidadores de outras vidas.
Esse é o caso do italiano Luca Trapanese, que sempre quis adotar uma criança. Depois de muito tempo ele encontrou Alba. Ela foi deixada por sua mãe logo que nasceu em um hospital. Alba tinha apenas um ano e tem síndrome de Down e por isso já tinha sido rejeitada por 20 famílias.