19 de agosto de 2019

Estudante da USP é morto após defender amigo

Um estudante da Universidade de São Paulo (USP) foi morto com um tiro na cabeça, depois de tentar impedir um assalto dentro de uma república, na rua Jonas Herculano Aquino, 11, no Butantã, zona oeste da Capital, por volta das 4h20 desta segunda-feira (19). Os suspeitos foram presos.

De acordo com informações iniciais, um homem, morador da república, saia com seu carro, modelo HB20, quando foi rendido por três suspeitos, entre eles, uma mulher. O grupo teria realizado um sequestro-relâmpago.
Eles teriam transitado com a vítima por cerca de três horas e usaram seu cartão para realizar saques em caixas eletrônicos. Os suspeitos voltaram com o refém até a casa para roubar os moradores do local.

Um dos inquilinos, ao ver a ação dos suspeitos, tentou impedir o crime e deu três facadas em uma integrante do grupo. O outro suspeito, ao ver a colega ferida, atirou na cabeça desse estudante.