21 de setembro de 2019

Eleição no América termina em confusão e tiro

A briga política pelo poder no América Futebol resultou em mais uma ocorrência policial nesta sexta-feira, 20, às 19h, em frente ao estádio Benedito Teixeira, o Teixeirão, em Rio Preto. Um homem armado chegou a disparar um tiro, mas ninguém ficou ferido.
De acordo com o boletim de ocorrência, policiais militares foram acionados para ir até o estádio conter uma briga generalizada no portão de entrada dos veículos pertencentes do América. No local, estavam o zelador, um torcedor e um sócio contribuinte e secretário de eleição.

Ao abordar os homens, os policiais foram informados que, durante a discussão, o sócio J. Z.J., que é policial rodoviário aposentado, sacou sua arma e fez um disparo de tiro após ser atingido por um chute deferido pelo torcedor O. M. N. Levados até a Central de Flagrantes, os homens foram ouvidos pelo delegado Allan Francisco Athayde Soares.
O caso ocorreu no dia em que o clube faria um pleito eleitoral no interior do clube. Segundo o boletim, o torcedor, que é empresário e tem 34 anos, afirmou que o pleito era irregular, enquanto o sócio e secretário de eleição, de 47 anos, defendia a sua realização. O primeiro colocou uma faixa e estacionou seu carro na entrada para impedir o acesso ao Teixeirão, o que motivou o início da confusão e agressão.