16 de junho de 2020

Câmeras podem identificar suspeitos de matar 4 em chacina

Câmera de segurança podem ajudar a identificar os suspeitos de matar quatro pessoas em uma oficina na avenida Águia de Haia, altura do número 3962, região de São Miguel Paulista, zona leste de São Paulo, por volta das 21h05 desta segunda-feira (15). O DHPP (Departamento de Homicídios e de Proteção à Pessoa) vai investigar o caso.
De acordo com a Polícia Militar, um cliente foi até a oficina aberta, porém encontrou o local vazio. Ele desconfiou e chamou um amigo que era policial civil. Pelo caminho, ele se deparou com uma viatura da Polícia Militar e foram juntos ao local.

Quando os agentes chegaram, eles foram até o porão e encontraram as quatro vítimas caídas no chão, já sem vida. Segundo informações iniciais, um carro passou em frente ao local e atiradores atingiram as quatro pessoas que estavam no estabelecimento.
Após os disparos, os atiradores fugiram levando o celular de uma das vítimas que possui acesso remoto às câmeras de monitoramento. Os investigadores recolheram os aparelhos para ter acesso às imagens.

As vítimas foram identificadas como dois funcionários: Joaquim Martins e Railson, e dois sócios que seriam os proprietários do local: Jairo Cordeiro e Antônio Carlos Martins. Jairo e Antônio Carlos trabalhavam juntos há dois e Joaquim era irmão de Antonio. Os quatro eram casados e tinham filhos.
O caso deve ser encaminhado ao 24º DP da Ponte Rasa, devido ao plantão noturno, mas foi solicitado assessoramento do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).