8 de novembro de 2020

Polícia do Rio indicia Felipe Neto por corrupção de menores


DRCI afirmou em nota que o influenciador digital não teria limitado a classificação etária dos vídeos com conteúdo e linguajar inapropriado para menores.

A Polícia Civil do Rio de Janeiro indiciou na última quinta, 5, o Youtuber Felipe Neto, acusado de divulgar material impróprio para crianças e adolescentes em seu canal no Youtube. Em nota, a Delegacia de Repressão a Crimes de Informática (DRCI) informou que as investigações começaram após expediente enviado pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, comandado por André Mendonça. Procurada pela reportagem, a pasta não esclareceu que tipo de expediente foi enviado e quando o documento foi elaborado. A DRCI armou em nota que o influenciador digital não teria limitado a classificação etária dos vídeos com conteúdo e linguajar inapropriado para menores, o que poderia ser classificado como corrupção de menores.