Olímpia regride para a fase vermelha do Plano SP.



Município que pertence à DRS de Barretos (SP) e estava na fase laranja do plano de flexibilização da economia
.

Olímpia (SP) regrediu para a fase vermelha, a mais restritiva do Plano São Paulo de flexibilização da economia. A informação foi divulgada pelo Governo do Estado durante uma coletiva de imprensa nesta sexta-feira (19).
A cidade pertence ao Departamento Regional de Saúde (DRS) de Barretos e estava na fase 2, a laranja. Além de Olímpia, a DRS abrange também Altair, Cajobi, Guaraci e Severínia (SP).

Já o DRS de Rio Preto não passou por alterações e continua na fase 2. Cidades da região de Araçatuba também não sofreram mudanças e permanecem na fase amarela.

Alterações no Plano SP
No início de janeiro, o governo fez alterações nas regras de funcionamento da fase laranja, e a tornou mais permissiva.
Dentre as flexibilizações, está a liberação para que bares operem nos horários dos restaurantes, caso sirvam comida para clientes que fiquem sentados.
Desde o início do ano, o governo paulista tem feito reclassificações semanais. No final de 2020, a gestão estadual chegou a colocar o estado na fase vermelha durante as festas de final de ano para tentar evitar aglomerações e, consequentemente, os riscos de contaminação.

O Plano São Paulo prevê o rebaixamento para fases com regras mais restritivas da quarentena em regiões que apresentam grande aumento semanal de novas internações, mortes, casos ou taxa de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).
No último dia 15, o governo de São Paulo determinou o cancelamento das cirurgias eletivas em todos os hospitais públicos e conveniados do estado. Na ocasião, também foi anunciada a reativação do Hospital de Campanha de Heliópolis, na capital.

O governo também alterou o parâmetro de taxa de ocupação de leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI) na fase vermelha, que passou de 80 para 75%.

Nenhum comentário: