12 de junho de 2021

COLÔMBIA dará inicio a recuperação da Praça do Mirante com apoio do Ministério do Meio Ambiente.


A Prefeitura Municipal de Colômbia dará inicio a limpeza do local, onde será implantada a Urbanização e Recuperação da área Pública “Praça do Mirante”. Com a chegada do programa “Cidade+Verdes” o Ministério do Meio Ambiente, através de emenda parlamentar, disponibilizará o recurso no valor de R$250.000,00, que será dividida em fases da recuperação e plantio da vegetação até a instalação de equipamentos, em contrapartida a Prefeitura de Colômbia entra com R$ 10.000,00 com recursos próprios, no convênio, mais o custo da limpeza do local para implementação das obras, instalação do Portal do Mirante com investimento de R$100.000,00 totalizando aproximadamente R$360.000,00 entre verba de convenio e a contrapartida da Prefeitura de Colômbia, para atender a população de Colômbia e região, proporcionando lazer, bem-estar, contribuindo com o turismo e a economia do município.

A área da “Praça do Mirante”, encontra-se em uma situação precária, onde a atual gestão fez questão de intervir para sua elaboração de projeto, e assim implementar o programa para Recuperação de Áreas Degradadas, através da Superintendência de Meio Ambiente, com parceria de instituições de diferentes segmentos do Serviço Público Municipal, relacionados ao uso e ocupação do solo, nas áreas estratégicas rico acervo natural da ‘’Área da Pedreira” identificado como um Mirante com vista para o Rio Grande. Visando recuperar os espaços públicos degradados, preservando o acervo natural, valorizar a paisagem urbana e maximizar o potencial do Turismo e Meio Ambiente.

Uma das prioridades da Gestão 2021/2024, é um projeto paisagístico para a faixa de urbanização e recuperação da Área de Preservação Permanente-APP a partir da construção de uma via paisagística, com toda a população local e regional, promovendo a parceria entre o poder público e a comunidade.

O Objetivo da Prefeitura de Colômbia, também tem como a população local em geral, o turismo regional, profissionais da pesca profissional e amadora, garantindo a economia no turismo e comercio de pescados, empresários do setor alimentício, lazer com ênfase no Ecoturismo Sustentável envolvendo a Sociedade Civil, garantindo a parceria entre o público privado, órgãos Estaduais, Federais e a Sociedade Científica com ênfase na proteção do ecossistema Recursos Hídricos e a ictiofauna brasileira.

Fonte: Olímpia 24h.