Olímpia Thermas Parque

12 de maio de 2021

Arquiteto fala sobre tendência do design biofílico e dá dicas para utilização nos ambientes.


Segundo o especialista, nova tendência do design está ligada à neuroarquitetura e à necessidade do ser humano de buscar contato com ambientais naturais.

O design biofílico vem ganhando força no mercado de arquitetura. O conceito consiste em utilizar, em ambientes residenciais e comerciais, elementos que remetam à natureza.
Segundo o arquiteto Carlos Alberto Gomes Filho, de São José do Rio Preto (SP), a nova tendência do design está ligada à neuroarquitetura e à necessidade do ser humano de buscar contato com ambientais naturais.

“A biofilia é a necessidade que as pessoas têm em se conectar com a natureza. Esse termo está integrado à neuroarquitetura, que estuda a influência dos ambientes no cérebro humano”, explica.
“A gente sempre recorre à natureza para se reenergizar. E como hoje em dia passamos boa parte dos nossos dias em ambientes fechados, o design biofílico propõe inserir nos ambientes elementos, materiais, formas e vegetações que remetam a ambientais naturais”, completa.

Ainda de acordo com o especialista, apesar do crescimento do design biofílico em todo o mercado, a tendência está mais relacionada a ambientes corporativos.
“Como o conceito está ligado à neuroarquitetura, o design biofílico está sendo mais utilizado nas áreas comerciais. São feitos estudos para tentar desenvolver o melhor bem-estar dos colaboradores e das pessoas que vão usar os ambientes.”

Fonte: G1

AddToAny